Blog

Como chegar no preço ideal de venda?

O preço de venda é uma dúvida muito comum entre empreendedores. Confira em nosso post como chegar até o preço ideal para o seu produto ou serviço.

Nos dias de hoje, ser um empreendedor se tornou simples, mas ainda exige muita atenção. Graças ao avanço da tecnologia e ao acesso à internet, muitas pessoas estão despertando o lado empreendedor e abrindo seu próprio negócio. Elas estão em busca de realização pessoal e financeira, colocando à disposição dos consumidores não apenas produtos físicos, mas também seus conhecimentos, conhecidos como “infoprodutos”.

Entretanto, surge um problema bem comum na hora de vender seu produto ou serviço. Se trata de uma dúvida sobre o valor de venda do mesmo e vários cometem o erro de precificar seu produto com base no valor da concorrência, o que não é o mais indicado. Vou lhe mostrar o porquê.

Na hora de calcular o valor de venda do seu produto, você não deve adicionar apenas o percentual de lucro desejado em cima do valor do produto. Devemos lembrar que da aquisição/produção do produto até a entrega do mesmo ao cliente, temos gastos e despesas que influenciam de forma direta na vida financeira da empresa.

Dos vários métodos de calcular o preço de venda do produto/serviço, uma das mais utilizadas é o markup. Em resumo, o markup é um índice aplicado ao custo do produto, onde conseguimos determinar o preço final com intuito de saber exatamente quanto estamos ganhando em cada venda.

Para encontrar o preço de venda é necessário classificar as despesas separando as fixas das variáveis:

  • Despesa Fixas (DF): São despesas que mesmo não ocorrendo a venda do seu produto, temos a obrigação de pagar, por exemplo: energia, internet, aluguel, etc.
  • Despesas Variáveis (DV): Classificamos nesse grupo as despesas que ocorrem no momento em que uma venda é feita, são exemplos de despesas variáveis: tributos, taxas de operadoras de cartão de crédito, frete, etc.

Outro dado importante que precisamos ter para calcular o índice markup é a margem de lucro (ML) desejada, lembrando que tanto as despesas fixas, variáveis e a margem de lucro precisam estar como valores percentuais.

Agora que já temos todas as informações necessárias para encontrar nosso markup, vamos passar para o cálculo. A fórmula utilizada para calcular o índice é: 

Markup = 100 / [100 – (DF + DV + ML)]

Para executar o cálculo, vamos utilizar o caso abaixo como exemplo.

Uma empresa optante pelo Simples Nacional adquire para revenda um produto que possui um custo de R$150,00. A alíquota de imposto é de 4% e a empresa ainda paga 10% de comissão sobre a venda. A despesa fixa é de 6% do faturamento e o lucro desejado é de 20%. (lembrando que sua margem de lucro não deverá ser maior a 100%, pois, com uma margem tão alta o valor encontrado se torna inviável para venda).

Assim, separando esses valores temos:

DF: 6%

DV: 4% + 10% = 14%

ML: 20%

Markup = 100 / [100 – (6 + 14 + 20)]

= 100 / [100-40]

= 100 / 60

Markup = 1,666

Para chegar ao preço ideal de venda, basta multiplicar o custo do seu produto pelo markup.

Preço ideal de venda = 150 x 1,666 = 249,90

Por fim, dominado esse método de precificação, está na hora de analisar o preço do seu produto e ficar mais competitivo no mercado, com a certeza de que você não está pagando para trabalhar.

Deixe um comentário

Assine a nossa newsletter

Cadastre-se e receba notícias sobre contabilidade, gestão e outros assuntos.